segunda-feira, 10 de novembro de 2008

Cotidiano

Ônibus lotado.
Pessoas, sentimentos
Todas nesses ônibus são gentes
ou deveriam ser.
Levantam cedo,
trabalham no sol quente
e pegam no pesado,
vivem sempre de bolso vasio
mais no rosto cheio de traços
do trabalho desgastantes
sempre se encontra um sorriso,
as vezes faltando alguns dentes
mais sempre esbajando alegria,
porém nós nunca reparamos nisso
e como já diazia o poeta:
"Todo dia é tudo sempre igual",
vindo esses guereiros a voltar
sempre nessa mesma rotina
para seus lares, cansados,
mas feliz num ônibus lotado.







Texto que fiz hoje em 10 minutos no meio da prova de história :x

2 comentários:

Pedro Henrique disse...

E isso mostra como se presta atenção em uma prova. ^^

Nathália Nascimento disse...

hauahaauhau abafa o caso né oedrinho, aquela prova foi mara acho q tiro 10 \õ>